Não deixe de conferir:

12ª Mostra Cultural A Ordem do Caos - Programação

Pra quem estava ansioso, este ano a tradicional Mostra Cultural do grupo A Ordem do Caos ocorre no mês de agosto! Com atrações totalme...

19/09/2012

A cultura das aparências

Por Ligia Mendes

Glamour, sucesso, sociedade, cultura, estética, moda, imagem (...), capitalismo. Vivemos numa era em que a imagem está em primeiro lugar: o modo de se vestir, de falar e de se comportar são pontos cruciais aos julgamentos alheios, em qualquer situação do dia a dia, por todos os momentos. Consequentemente, o investimento nos cuidados de uma aparência saudável cresceu assustadoramente nos últimos anos. O consumo de cosméticos, perfumes, tratamentos estéticos, roupas e acessórios têm aumentado cada vez mais. Por consequência, as exigências dos consumidores também.

A aparência é fator para decisão e julgamento em diversas situações. Seja na entrevista para um emprego (julgamento do recrutador em relação ao candidato e vice-versa), numa nova amizade, no ingresso à faculdade, numa balada, no trabalho etc...

Quando vemos uma pessoa, em especial desconhecida, nossos olhos analisam inconscientemente sua vestimenta, seu andar, o olhar, falar, seu cheiro e outros detalhes, traçando sua personalidade. Esta análise que fazemos pode estar correta, ou totalmente equivocada. Tudo depende do momento e a aparência daquele instante. O mesmo ocorre com uma mulher com um corpo malhado, vestido colado e curto, somado a uma maquiagem forte. A maioria das pessoas pode deduzir que ela seja vulgar e burra. Porém, pode ser a nerd numa sala de aula.

Portanto, é preciso cautela nos looks usados em diversas situações, ter atenção àquilo que mais se adéqua ao seu tipo de corpo, e à imagem que você deseja passar às pessoas. Um bom exemplo de análise incorreta que podemos fazer de alguém é julgar uma mulher obesa, suada e mal vestida aos seus olhos, como sendo uma dona de casa de renda baixa. No entanto, ela pode ter muito dinheiro, ser uma gerente ou ter um empreendimento, e pelo cansaço do fim do dia estar suada. O detalhe importante dessa situação é que ela pode não se importar com sua aparência, ou até mesmo possui baixa estima por seu estereótipo.

Então, qual o segredo para passar uma imagem boa (1° impressão) a outrem? Cuide de sua aparência, escolha seu estilo, saiba usar as roupas a seu favor, use um bom perfume, cuide de seu cabelo, pele e unhas, de modo a repassar aos outros sua essência, sua identidade, que é o que diferencia você dos demais e faz com que seja único.

Imagens: makemeup.com.br, fr.123rf.com e namoda.biz

Ligia Mendes é modelo, técnica em administração, está cursando design de moda no SENAC e colabora com o AODC Notícias todas as quintas-feiras, com matérias sobre moda e beleza.