Não deixe de conferir:

Canvas, pixels e rupturas

Por Tamires Santana Clique aqui para assistir em HD. Ao longo da história, nenhuma sociedade deixou de produzir arte, aliás,...

28/11/16

Espetáculos de conclusão | Oficina AODC 2016

Os formandos deste semestre da Oficina Teatral A Ordem do Caos já estão super ansiosos pra subir ao palco e mostrar tudo o que puderam absorver nesses últimos seis meses intensos e repletos de atividades. 

Nos dias 4 e 11 de dezembro você poderá conferir cinco espetáculos, que são o resultado de muito estudo, dedicação e esforço. Dá só uma olhadinha na sinopse das peças, seus horários e classificação etária. A partir do próximo domingo, te esperamos lá no Centro Cultural Jabaquara

Não tem desculpa pra não ir: a entrada é gratuita 😀 
Recomendamos chegar 15 minutos antes de cada apresentação, para garantir seu lugar.
A direção geral de todas as peças é de Wellington Dias.

4 de dezembro

14h30 - Essa não é uma história de amor!





Essa não é uma história de amor é um musical que narra com canções populares a trajetória de amor e destruição de Laura e Pedro. Tudo acontece em São Paulo quando Laura, uma moça pobre, consegue bolsa na faculdade mais cara da cidade e desperta o interesse de dois melhores amigos. Uma história envolvente com música, intrigas, barracos, humilhações e um cenário perfeito para um assassino em série.

ElencoAbner Bruce, Aline Costa, Amanda Bruce, Jack Crypt, Jéssica Costa, Leandro Andrade, Matheus Ramos, Pâmela Gomes, Ramom Szylovec e Viviane Miranda
Texto e direção: Marcos Batsi
Duração: 75 minutos
Classificação: 12 anos



16h - Entre Máscaras



Entre Máscaras é resultado de um trabalho colaborativo realizado com os estudantes da oficina de teatro A Ordem do Caos e inspirado em contos do Conde de Lautréamont, Me Gritaram Negra, poema de Victoria Santa Cruz e nas obras do compositor Criolo. A montagem traz questionamentos sobre quem somos em sociedade e quantas máscaras nos travestem em personagens, a ponto de omitir o nosso verdadeiro eu. Cada ator entrega ao público parte de suas máscaras, dilemas, opressões e anseios. No palco, a plateia não verá apenas personagens, mas também partes de cada um dos membros do elenco.
Elenco: Aline Lourenço, Ana Paula Caetano, Ary Cruz, Bruno Marques, Caio Vale, Daniele Marcondes, Dinho Ribeiro, Guga Lopes, Gicelda Petrole, Henrique do Carmo, Larissa Costa, Márcio Moreno, Mariana Rocos, Patricia Kuriki, Rapha Luque, Senna Kozuma e Verena Garcia
Texto: Criação coletiva
Direção: Jéssica Nazli
Assistente de direção: Viviane Miranda
Duração: 50 minutos
Classificação: 16 anos


11 de dezembro

14h - Antinatural



As flores desabrocham até na dor. Numa família perdida, ela precisava crescer e fará de tudo para que isso aconteça. Ela só queria ser livre, mas para isso deverá enfrentar a si mesma, numa historia de amor e ódio. Antinatural fará você questionar seus conceitos sobre que é ser normal.

Elenco: Amanda Bulitini, Larissa Costa, Larissa Oliveira, Luana Oracic, Lucas Rodrigues, Priscila Torres, Ricardo Monteiro, Spartacus, Thais Araújo e Vitor Afonso.

Texto: Ednei Lino, com adaptação de Maru Tenório
Direção: Paula Felix
Duração: 45 minutos
Classificação: 16 anos

15h - Claro!



Um casal ensaia algumas tentativas para uma aproximação amorosa. Eles enfrentam, cada um à sua maneira, diversas situações inusitadas e embaraçosas desse primeiro encontro. À medida em que as tentativas de aproximação parecem falhar, há sempre um recomeço.

Elenco: Amanda Santos, Andressa Picheco, Carlos Paiva, Leonardo Faria, Liv Enoki, Matheus Masullo, Monalisa Barbosa e Reinaldo Calla
Texto: David Ives | Tradução: Marcel Avolio
Direção e adaptação: Josh Walter
Duração: 20 minutos
Classificação: Livre


15h20 - Reticências


Uma história contada por quatro personagens, envolvendo amor, paixão, tristeza, alegria, frustração e os caminhos que podem seguir.

Elenco: Amanda Bulitini, Kaique Gustavo, Luana Oracic e Thais Araújo
Texto e direção: Janna Lemos
Duração: 20 minutos
Classificação: Livre

Mais informações, acesse nosso evento oficial no Facebook ;)

25/11/16

Liniker, Elza Soares e Mahmundi se apresentam gratuitamente no SIM São Paulo

Por Danilo Moreira

A banda Liniker e os Caramelows, Elza Soares e a cantora Mahmundi são algumas atrações da quarta edição da Semana Internacional de Música de São Paulo (SIM São Paulo). O evento é um encontro de profissionais da indústria musical, além de artistas, jornalistas e formadores de opinião do Brasil e outros países. O evento acontece na capital paulista entre os dias 7 e 11 de dezembro. 

A abertura acontece às 18h com um coquetel no Auditório do Ibirapuera. Às 20h, a cantora Mahmundi sobe ao palco para abrir a programação musical e apresentar seu repertório do elogiado disco homônimo, lançado neste ano. Às 21h, é a vez da banda Liniker e os Caramelows, que apresenta faixas do disco “Remonta”. O show terá a participação especial da veterana Elza Soares, recentemente premiada no Grammy Latino 2016 com o álbum “A mulher do fim do mundo” (2015). A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos duas horas antes da apresentação. 

A quarta edição do SIM São Paulo conta com talentos da nova geração, festas, workshops e debates que abordarão sobre o cenário atual e tendências do mercado da música. As atrações diurnas acontecem no Centro Cultural São Paulo entre 8 e 10 de dezembro. Já a programação noturna ocupa diversas casas de shows da cidade, como o Cine Joia, o Centro Cultural Rio Verde, o Z Carniceria, Jongo Reverendo, Estúdio Music Club, Jazz nos Fundos, entre outros.  No dia 11, o encerramento será no Mirante 9 de julho com uma festa especial. Você pode ver a programação completa no site oficial do evento

Evento de Lançamento da SIM SÃO PAULO 2016

Data: 7 de dezembro
Horário: a partir das 18h00 – Coquetel de boas-vindas
20h00 – Mahmundi
21h00 – Liniker e os Caramelows convidam Elza Soares.
Local: Auditório Ibirapuera. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque Ibirapuera.
Entrada: gratuita. Retirar ingressos distribuídos duas horas antes da apresentação.
Classificação Indicativa: livre para todos os públicos. 

Semana Internacional de Música de São Paulo (SIM SÃO PAULO)

Data: 7 a 11 de dezembro de 2016, a partir das 11h
Local: Centro Cultural São Paulo e casas de shows (Auditório Ibirapuera, Estúdio Music Club, Z Carniceria, Centro Cultural Rio Verde, Jongo Reverendo, Jazz nos Fundos, Casa do Mancha, Breve, etc.)
Pro-Badge (credencial): R$ 280,00 (até 30/11); R$ 350,00 (a partir de 1/12) pelo site www.simsaopaulo.com
A credencial garante a entrada* a todos os eventos e espaços da SIM São Paulo, entre eles a PRO-AREA, no Centro Cultural São Paulo, e a PRO-AREA Virtual.
*sujeita a lotação dos espaços

Informações para o público pelo e-mail: info@simsaopaulo.com

Foto: Divulgação

Danilo Moreira é jornalista e escritor. Além de gostar de observar e delirar sobre as entrelinhas do cotidiano, também produz conteúdos voltados à Criatividade no site Gênio Criador. Trabalhou no teatro por três anos com atuação e criação de roteiros. Seu blog pessoal é o Ponto Três. Escreve mensalmente para o AODC Notícias.

23/11/16

Catraca Livre e app se unem para oferecer ingressos grátis de teatro

Por Larissa Costa

O Catraca Livre fez uma parceria com o aplicativo Grabit para oferecer uma programação de espetáculos com ingressos gratuitos toda semana. Trata-se do Ingresso Livre, em que é possível adquirir um ingresso na faixa para peças teatrais em São Paulo.


Para adquiri-lo é só buscar por "Ingresso Livre Grabit" no espetáculo desejado e finalizar a compra. O ingresso não precisa ser retirado, ele fica disponível no seu celular. Mas atenção: “A compra é limitada a 1 Ingresso Livre por usuário. Não serão aceitos mais de 1 ingresso gratuito no mesmo cadastro”.

Toda semana o app atualiza a lista com ingressos gratuitos e novos espetáculos. São pelo menos 200 entradas gratuitas por semana.

Grabit

E para quem quer saber mais da agenda de entretenimento de São Paulo, basta baixar o app Garbit, disponível para Android e IOS, ou ainda consultar pelo site grabit.com.br. Através dessa ferramenta é possível visualizar  uma lista com diversos eventos- teatro, shows, baladas, festas e esportes , além de convidar os amigos, conhecer um pouco sobre os espaços, artistas e produtoras e saber quais são os mais procurados.    


Larissa Costa é estudante de jornalismo e estagiária na FAPCOM - Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação. Acredita que foi a profissão que a escolheu e não o inverso. Gosta de observar os detalhes e admirar o que parece ser invisível. O estranho a envolve, o novo a atrai. Ama sorrir e chamar sorrisos. Gosta de ser feliz e transmitir esse sentimento a todos e todas que puder. É uma pequena garota que busca realizar seus gigantescos sonhos.

                                           

16/11/16

Meninos em fúria e o som que mudou a música para sempre

Por Eduardo Silva



Conhecemos os anos 1980 como a década dourada do rock brasileiro, na qual surgiram algumas das bandas mais importantes e influentes de todos os tempos: Legião Urbana, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Plebe Rude, Titãs e Ira!. Estes são apenas alguns exemplos, praticamente todas elas estão nas rádios até hoje.

Com texto incrível de Marcelo Rubens Paiva, o livro Meninos em Fúria é um registro do início desse movimento na visão de um jovem punk e negro da periferia de São Paulo.

A obra é focada no movimento punk e conta a história de uma das grandes bandas do período e seu líder, Clemente Tadeu Nascimento, que é vocalista e guitarrista da Plebe Rude desde 2004 e que hoje está à frente da banda Inocentes. Ele também apresenta o programa Showlivre e divide com Gastão Moreira o canal Kazagastão no Youtube.

Com o livro, é possível entender o quanto Clemente e sua banda foram importantes para a época, tratando da transformação dos punks sob uma espécie de autocrítica e expondo alguns motivos que não permitiram o Inocentes ser tão famoso e vender tantos discos quanto as outras, mesmo que tenha sido uma das melhores e se diferenciado com letras de protesto e refrões grudentos. A obra ainda conta detalhes dos bastidores e como tudo acontecia: brigas, encontros, festivais, mais brigas, trocas de integrantes, bebedeiras e mais brigas. Tudo isso antes do rock alternativo ser considerado mainstream e conquistar rádios, programas de TV e encher casas de shows.

Paralelo a isso, Marcelo conta os bastidores de sua vida, histórias sobre como foi escrever seu clássico Feliz Ano Velho, como foi virar um autor famoso e as dificuldades e prazeres daqueles anos. O livro é ao mesmo tempo uma biografia, um romance e um registro histórico. Com toda certeza merece ser lido.

Livro: Meninos em fúria e o som que mudou a música para sempre
Autores: Marcelo Rubens Paiva e Clemente Tadeu Nascimento
Editora: Alfaguara 
Ano: 2016

Baixista, de Diadema e formado em educação física, Eduardo Silva foi membro do grupo A Ordem do Caos entre 2012 e 2014. É autor do texto "Escrevendo Eu" e agora busca por algo que o permita continuar sendo pobre. Segue lá no face: Eduardo Silva.

15/11/16

Flores Amarelas no Festival Mix Brasil

Por Larissa Costa

A primeira montagem da Cia do Flores, Flores Amarelas, estará em cartaz amanhã (16) no Centro Cultural São Paulo (CCSP), para o Festival Mix Brasil de Cultura e Diversidade.
A história se passa na Bahia e narra como o nordestino Davi encontrou, por meio da colheita do cacau, sua verdadeira identidade. O drama dançante envolve também histórias dos personagens Orozina, Francisco, Jeremias e Antonio. Eles celebram a colheita com muita festa, agradecendo aos santos da Bahia, celebrando as fazendas e a mata-deus.

Com dramaturgia e direção de Claudia Jordão, a criação surgiu de vários estudos do universo LGBT e tem inspiração em fotografias de Sebastião Salgado e na obra “Terra dos Sem Fim”, de Jorge Amado
O projeto foi contemplado pelo PROAC – Manifestações Culturais com Temática LGBT/2015 e pelo Prêmio de Teatro da Funarte – Myriam Muniz - Montagem/2015.



O quê?
Flores Amarelas
Quando? 1
6/11 (quarta-feira), às 20h
Onde? Sala Adoniran Barbosa no CCSP- Centro Cultural São Paulo | Rua Vergueiro, 1000, Liberdade | Estação Vergueiro
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos
Contato: (11) 3397-4002
Entrada franca

Larissa Costa é estudante de jornalismo e estagiária na FAPCOM - Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação. Acredita que foi a profissão que a escolheu e não o inverso. Gosta de observar os detalhes e admirar o que parece ser invisível. O estranho a envolve, o novo a atrai. Ama sorrir e chamar sorrisos. Gosta de ser feliz e transmitir esse sentimento a todos e todas que puder. É uma pequena garota que busca realizar seus gigantescos sonhos.

10/11/16

Maria e Iemanjá se unem na peça Pejí Ti Iyámí

Por Larissa Costa

Duas grandes figuras religiosas e femininas ganham os palcos para discutir o papel da mulher na sociedade. Trata-se do espetáculo Pejí Ti Iyámí- Altar De Minha Mãe, do grupo Quilombo.


Após dois anos de estudo sobre o Candomblé, o grupo criou a peça para refletir sobre a figura feminina e sua importância, principalmente na religiosidade. 

A apresentação é dividida em três partes. A primeira é exclusiva para Iemanjá com os rituais e mitos do Candomblé. A segunda é reservada para Maria de Nazaré, numa espécie de missa católica. E por fim, na parte “Brasil”, as duas se reúnem para contextualizar o feminino na atualidade, juntamente a várias outras mulheres.


O preconceito, a repressão e a violência contra as mulheres são alguns dos assuntos abordados em Pejí Ti Iyámí - Altar De Minha Mãe. O espetáculo tem trilha sonora ao vivo, ao som de atabaques. O elenco é composto por Kamila Capozzi, Renata Cesar, Suely Agon, Kelly Martins e Samantha Rebelles.

O quê? Pejí Ti Iyámí- Altar De Minha Mãe
Quando? 11, 12 e 13/11. Sexta e sábado às 20h, domingo às 19h.
Onde? Teatro Leopoldo Fróes. Rua Antônio Bandeira, 114 – Santo Amaro
Classificação: 14 anos
Duração: 150 minutos
Contato: (11) 5541-7057
Entrada: pague o quanto achar que vale


Larissa Costa é estudante de jornalismo e estagiária na FAPCOM - Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação. Acredita que foi a profissão que a escolheu e não o inverso. Gosta de observar os detalhes e admirar o que parece ser invisível. O estranho a envolve, o novo a atrai. Ama sorrir e chamar sorrisos. Gosta de ser feliz e transmitir esse sentimento a todos e todas que puder. É uma pequena garota que busca realizar seus gigantescos sonhos.