Não deixe de conferir:

12ª Mostra Cultural A Ordem do Caos - Programação

Pra quem estava ansioso, este ano a tradicional Mostra Cultural do grupo A Ordem do Caos ocorre no mês de agosto! Com atrações totalme...

06/08/2013

Design sustentável e para todos

Por Ingrid Pierazzo


Um assunto até pouco tempo não discutido. Qual o papel do design na sociedade?
A maioria que ouve falar do design lembra daquela pessoa sentada em frente a um computador, parecendo ele um hipster, um geek, ou um nerd programador. Todos por trás de um óculos Ray-Ban e seus tênis Vans... Não importa qual deles, mas sempre se dá uma pré-identidade para esta profissão (que até então ainda não é formalizada, mas isso rende um outro texto).

Falo do designer para conseguir falar do próprio design, pois não há como falar de um design diferente se não desmistificarmos algumas coisas. O design não é só isso!
Alguns pensam no design como uma profissão mais egocêntrica, onde todos estão condicionados em seus macs e Iphones, trabalhando numa agencia de publicidade ou num mega escritório de design.
Mas isso vem mudando. Estes designers vêm se juntando com artesãos. Aqueles de origens modestas e que quando pensamos neles as primeiras imagens que vem a cabeça são as daquelas senhoras nordestinas de uma humildade bela e frutuosa.
É claro que ainda estamos começando a dar os primeiro passos nesta área, mas ela já é muito bem vista e está sendo uma aposta forte em muitas empresas. Está ganhando grandes espaços e entrando em lugares bem procurados. É o chamado “Design sustentável”!
Aquele que ,em partes, é para todos. Para todos e em múltiplos sentidos: Preservando o bem estar das próximas gerações e incluindo pessoas mais modestas neste tipo de trabalho. Com o uso de materiais reutilizáveis e recicláveis, dando espaço para novas artes, colocando tipos diferentes de pessoas no ramo e fazendo daquilo que pensávamos não ter mais jeito se tornar em algo que pode ser levado como uma peça de exposição. Este é o design alternativo que transforma a vida de um artesão ou de uma costureira. Aliás... designers e artesãos nunca combinaram tanto quanto nos últimos tempos. Além da preocupação com o meio ambiente e com as próximas vidas na terra  esse novo empreendimento trás para qualquer um que saiba usar a criatividade, um novo olhar. Um olhar todo bordado e feito de panos reutilizados. De mãos com calos e mãos com esmalte, de costumes, tradições e valores diferentes, que crescem e podem se interdepender de maneira sutil e gerando bons ciclos se se tratando daquele rentável.


Esse design sustentável que tanto vem fazendo parte dos dias de hoje é aquele aproximador de classes e de ideias, prometendo um ótimo futuro a curto e longo prazo!


Fontes: http://www.designpossivel.org/sitedp/nossosprodutos/ (Imagem com produtos sustentáveis)



Ingrid Pierazzo, 20 anos, e estudante de design, é apaixonada pelas artes e por todas as formas que a represente e escreve quinzenalmente, toda segunda-feira, para o blog AODC Noticias.