Não deixe de conferir:

Temporada do espetáculo teatral "O Rouxinol e a Rosa"

O grupo teatral A Ordem do Caos convida você para assistir à temporada do espetáculo O Rouxinol e a Rosa, no CEU Caminho do Mar. Com ...

01/12/2014

Os 10 episódios mais populares de Chaves e Chapolin

Por Gi Olmedo

Roteirista, escritor, ator, diretor e, acima de tudo, homem empenhado em levar alegria ao seu público. Roberto Goméz Bolaños, o Chespirito, deixou um legado inigualável aos seus admiradores de todo o mundo. Unanimidade mesmo entre diferentes gerações, Chaves e Chapolin distribuíram mundo afora mensagens de amizade, nobreza, união, coragem e generosidade. 
Mais que uma homenagem, rever seus momentos na telinha mexe com a memória afetiva (afinal, muitos de nós crescemos em frente à tv com Bolaños nos fazendo companhia) e reforça o quanto fomos privilegiados pela oportunidade de acompanharmos de perto a obra deste grande artista.
Hoje, longe de eleger seus melhores episódios (pois acho até que não haveria espaço suficiente para tal), vamos recordar os mais queridos e populares momentos de seus principais personagens.


Chaves (Chavo Del Ocho)


Sua primeira exibição no México foi em 20 de junho de 1971, e não muito devagar tomou conta de 15 países da América do Sul, sendo transmitido até hoje para cerca de 350 milhoes de telespectadores. Europa e Ásia também adquiriram seus direitos de transmissão. A série foi traduzida para 50 idiomas, entre eles russo, japonês, francês e português. Com 290 capítulos, foi gravado até 1992, quando seu criador decidiu interromper a produção para que os personagens não ficassem descaracterizados, visto que seus atores, adultos que interpretavam personagens infantis, estavam envelhecendo. Genial, Bolaños sabia a hora certa de parar para que sua obra fosse eternizada. 
Segundo Chespirito, Chaves era o melhor exemplo da inocência e ingenuidade próprias de um garoto daquela idade, por isso houve tanta identificação do público com o menino do barril. Em cada esquina existe um Chaves e pessoas como as de sua vila, repesentando tão fielmente a figura do latino-americano.


Os refrescos do Chaves
(aquele saborosíssimo refresco de groselha, que parece de limão e tem gosto de tamarindo – não exatamente nessa ordem!)


Festival da Boa Vizinhança 
("E volta o cão arrependido, com suas orelhas caídas..."
e, ainda, "Mamaaaaãe querida!")


A casa da Bruxa
(— Quem está aí?
— Outro Gato!)

Férias em Acapulco
(Quem não se lembra do afogamento do Quico em uma piscina rasa?) 


O ladrão da vila 
(Quem nunca chorou ao ver o Chavinho sendo chamado de ladrão?)


A morte do Seu Madruga
(Esse episódio, além de toda sua graça – "O senhor não vai morrer, vão matar o senhor!", estava sendo exibido no SBT no instante em que o mundo ficou sabendo da morte de Chespirito)






Chapolin Colorado (El Chapulin Colorado)


Chapolin foi exibido originalmente entre 1970 e 1979. No total, foram produzidos 253 programas, além de 411 esquetes. No Brasil, foi ao ar pela primeira vez em agosto de 1984, com o episódio "O cleptomaníaco". De tão bem recebído no país, houve um período em que a série ganhou espaço no SBT em horário nobre, às 21h, tendo sido criada até uma abertura brasileira. 
De acordo seu criador, Chapolin é o herói mais humano que existe. Em uma de suas declarações, ele afirma que o personagem "(...) não tem as propriedades extraordinárias dos super-heróis: é tonto, desastrado e medroso. Mas também é um herói porque supera o medo e enfrenta os problemas e é aí que estão o heroísmo e a humanidade". Como não se encantar e se divertir com o cara mais atrapalhado do mundo? Aliás, atrapalhado não, pois todos os seus movimentos são friamente calculados. 



Sai de baixo que lá vem pedra 
(Não são pedras, são aerolitos!)


Uma Múmia Bastante Egípcia 
(E!...)


Branca de Neve e os sete anões 
(♪Hay unas palabras clave/que significan quién sabe:
Churi churin fun flais/churi churin fun flais ♫)


Não se enrugue, couro velho que te quero para tambor
(HHH!)


Os Piratas
(Esse é com o lendário Pirata Alma Negra)


Obviamente, há diversos outros episódios que deveriam entrar nesta lista. Qual o seu favorito?


Gi Olmedo é jornalista e atua na área editorial como revisora e preparadora de textos. Ela escreve para o blog AODC Notícias quinzenalmente, sempre às segundas-feiras.