Não deixe de conferir:

Temporada do espetáculo teatral "O Rouxinol e a Rosa"

O grupo teatral A Ordem do Caos convida você para assistir à temporada do espetáculo O Rouxinol e a Rosa, no CEU Caminho do Mar. Com ...

30/07/2014

Sonhos lúcidos

Por Jéssica Guedes

Crédito da imagem: Blog do Sono

Há algum tempo, o Diego Lima falou aqui no Blog, sobre a paralisia do Sono. Hoje falarei sobre o "Sonho Lúcido". Você já ouviu falar?

No Sonho Lúcido, podemos assumir o controle dos nossos sonhos e definir o que desejamos visualizar enquanto dormimos. O mais legal é que, com um pouco de prática, qualquer pessoa consegue colocar em ação e ter esse controle total do que fará enquanto dorme: Imagine poder voar, ou escolher para onde ir e o que fará em seu sonho, enquanto descansa... É bem por aí!

A professora de psicologia Deirdre Barrett da Universidade de Harvard e autora do livro "The Committee of Sleep" (Em tradução livre, algo como "O comitê do sono") defende que, apesar da técnica não ser precisa, testes realizados por ela comprovam que é possível aumentar o percentual de pessoas que controlam os sonhos apenas empregando as metodologias terapêuticas corretas.

Segundo sua teoria qualquer pessoa pode utilizar as horas de sono para resolver decisões e encontrar soluções para problemas cotidianos. Esta constatação chegou após realizar o seguinte teste: Barrett reuniu 76 estudantes e passou dois problemas comuns a todos. Eles teriam que escolher onde passariam suas férias e como escolheriam o local em que distribuiriam as mobílias em suas casas. Cada aluno antes de dormir deveria manter o foco em um desses dois temas até adormecer. O experimento durou uma semana. Após este prazo, Barrett conseguiu constatar que mais da metade dos alunos haviam conseguido sonhar com um dos assuntos propostos e pelo menos um terço dos estudantes resolveu o problema durante o sono.

Um de seus alunos, por exemplo, estava em dúvida sobre qual universidade cursar: Massachussetts ou Califórnia. Em uma noite, porém, sonhou que estava viajando de avião para a universidade da Califórnia, mas durante o trajeto, houve um problema na aeronave obrigando o piloto a pousar em Massachussetts. Além disso, durante o sonho, o piloto fazia referências sobre uma luz brilhante em uma região fora da rota.

Recentemente também, cientistas do Instituto Max Planck (Alemanha)pediram a pessoas que possuem a habilidade de ter sonhos lúdicos a cerrarem os punhos na vida real, e depois, já nos sonhos fazerem o mesmo. Enquanto os cientistas observavam através de um scanner, identificaram que a atividade neuronal era exatamente igual em ambos os casos. “Sonhar não é como ver um filme no cinema de forma passiva, pois envolve muito trabalho cerebral”, concluiu Michael Czisch, um dos investigadores.

Segundo a psicóloga Jayne Gackenbach, da Universidade Grant MacEwan (Canadá), adeptos a vídeo-games também possuem maior frequência a ter sonhos lúdicos, além de conseguir enfrentar melhor os pesadelos. Estes jogos, segundo ela, poderiam ter interessantes aplicações terapêuticas em casos de síndrome pós-traumáticas.


Como ter sonhos Lúcidos?
Conforme um estudo realizado por Tadas Stumbrys, Daniel Wrlarcher e outros, a forma mais simples para conseguir ficar consciente durante o sonho é saber utilizar o "Propósito" ou "intenção". Esta técnica de indução foi publicada num artigo intitulado "Indução de Sonhos Lúcidos: Uma Sistemática Revisão de Evidências", e diz que a intensidade com que desejamos realizar um propósito quando conscientes, é proporcionalmente determinante enquanto estamos dormindo.

"Antes de dormir, procure pensar intensamente em algo, imagine-se vivenciando um sonho como se já estivesse nele. Durante o processo, mesmo acordado, apenas imaginando, reconheça que está sonhando".

Segundo a psicóloga Deirdre Barrett, quando você desejar sonhar com uma pessoa morta, olhe durante um bom tempo para a foto dela antes de dormir. A nossa capacidade de pedir um sonho é muito semelhante aos pensamentos que temos acordados, porém em sonhos, isso ocorrem em um estado mais vívido, muito mais intuitivo e menos lógico.

Segundo Deirdre, "A definição mais comum de um bom sonho é aquele lúcido, em que você sabe que está sonhando". Os sonhos Lúcidos tem o poder de nos tirar da pressão diária de nossas vidas, nos permitindo vivenciar coisas impossíveis em nossa realidade, porém eles são raros. menos de 1% na maioria dos estudos.


Jéssica Guedes é Designer, ilustradora e blogueira. Adora as artes, animais e pequenas coisas da vida. É estudante da Oficina Teatral do grupo A Ordem do Caos desde 2014.