Não deixe de conferir:

12ª Mostra Cultural A Ordem do Caos - Programação

Pra quem estava ansioso, este ano a tradicional Mostra Cultural do grupo A Ordem do Caos ocorre no mês de agosto! Com atrações totalm...

09/08/2013

Shrek!!! Ele Existiu...

Por Pamela Gomes




Você gosta de desenhos animados??? 

Vamos falar de SHREK!!!



A maioria das pessoas o conhece pela animação criada pelo estúdio DreamWorks, de Steve Spielberg no ano de 2001, mas o famoso Ogro é bem mais velho do que isso. Seu criador foi William Steig, que o criou para livros infantis como um herói ás avessas, diferente do comum onde os heróis sempre são lindos e sedutores.


Mas o mais interessante dessa história toda é que William se inspirou em um homem real para criar seu ogro, este homem era conhecido como “Assustador ogro do ringue”. Francês nascido em 1903, falava 14 idiomas, atuava como poeta e ator. Este era Maurice Tillet que as 20 anos contraiu Agromegalia, uma síndrome causada pelo aumento do hormônio de crescimento, na fase adulta, assim tendo em pouco tempo seu corpo desfigurado. Mas Tillet não se abalou com a doença e se mudou para os Estados Unidos onde tornou-se um profissional em Luta Livre, atraindo multidões para as lutas que disputava.

Em 1940 foi reconhecido como campeão dos pesos-pesados pela American Wrestling Association de Boston, o sucesso era tanto que levou outros lutadores a imitá-lo. Lutou até os 51 anos, quando teve um ataque cardíaco e faleceu em 1954.

Bobby Managain seu parceiro no jogo de xadrez, reproduziu em gesso o formato da cabeça Tillet pouco antes dele morrer. Uma cópia foi para o Museu Internacional de Luta Livre, em Iowa e uma outra foi para o Hall of Fame de York Barbell Building para mostrar o inicio das formas de luta livre moderna e do halterofilismo. 

Esta réplica que serviu para a criação da imagem de Shrek na animação que conhecemos hoje.










Imagens:




Pamela Gomes é formada em Produção Multimídia, trabalha com edição fotográfica e de vídeo, estudante da Oficina de Teatro do grupo “A ordem do Caos” 2013.